fbpx

Natal na rota dos vinhos chilenos

Um dos maiores entusiastas do vinho chileno no Brasil tem nome e sobrenome: Luis Montanares. Natural de Santiago do Chile, Luis veio para o Brasil há 21 anos, conheceu o Rio de Janeiro e S. Paulo e “caiu de amores pelas terras potiguares”. Decidido a ficar por aqui, trouxe não só a sua marca de vinhos, as linhas Famiglia Canessa e Montanares, como também a sua mãe, d. Alicia Montanares.

A sua nova loja “Canessa & Montanares”, que está mais para um centro de comercialização (venda direta e B2B), convivência e educação de vinhos, abriu agora em maio em sistema de “soft opening” e terá inauguração oficial no dia 5 de junho.

Acompanhe a seguir a entrevista de Luis Montanares à redação da Wines of Chile.

WoC – Qual é o endereço da Canessa & Montanares? Vimos que está muito bem localizada, na esquina, em um local com muita movimentação.

A Canessa & Montanares está localizada numa das avenidas principais da cidade, com fácil acesso para os consumidores e amantes do vinho. O endereço é Avenida Hermes da Fonseca, 506, Petrópolis, Natal/RN.

Nos parece que é muito mais do que uma loja e sim um centro de atividades relacionado à divulgação do vinho chileno, certo?

Nosso sonho sempre foi ser referência do vinho e da cultura chilena na cidade. Há sete anos divulgamos o vinho chileno e a nossa cultura no Rio Grande do Norte. As pessoas que viajam para o Chile e querem visitar uma vinícola nos procuram, para ter informações relacionadas a passeios, visitas direcionadas e degustações nas vinícolas. Fazemos essa ponte com o maior prazer. É uma forma de retribuir o grande carinho que temos recebido na cidade do sol.

Interior da Canessa & Montanares: capricho nos mínimos detalhes.

 

WoC -Vocês pretendem trabalhar apenas com vinhos chilenos?

Nosso foco principal são os vinhos chilenos, mas nosso portfólio viaja pelo novo e pelo velho mundo. Também observamos que outros países estão entrando forte no mercado brasileiro e Natal não foge dessa regra. Na cidade já existem três importadoras de vinhos europeus. Por outro lado, as vinícolas nacionais estão realizando fortes ações para divulgar o consumo desses vinhos no estado. Claro que vemos isso como algo positivo, são ações que promovem o consumo, mas sentimos a falta de uma maior presença das vinícolas chilenas na cidade.

WoC – Você tem ideia de qual é o tamanho do mercado de vinhos em Natal?

É difícil quantificar o tamanho, já que não contamos com estudos do consumo per capita no Rio Grande do Norte. Podemos confirmar que o consumo vem crescendo ano a ano de forma expressiva.

WoC – Descreva as características deste mercado. Há muitas atividades relacionadas à vinho em Natal? Há muitas informações ou é o contrário?

As atividades são pontuais. Elas são realizadas pelas lojas de vinhos, supermercados ou por importadores que atuam no segmento. São ações esporádicas, falta muita informação. Penso que temos o dever de preparar aos novos consumidores e aprimorar os já existentes, de maneira a termos aprendizes conscientes e fiéis. Além de consumidores de qualidade que subiram na escala do conhecimento e que tenham um consumo mais qualificado.

WoC -Vimos que no primeiro andar da Canessa & Montanares é possível realizar eventos. Que tipo de eventos vocês pretendem realizar em Natal?

Temos um projeto arquitetônico em andamento cujo tema é o Chile. Ele terá as ambientações dos quadros, louças, figuras, roupas e livros. Tudo fazendo referência ao Chile e às vinícolas chilenas. São três lounges, TVs, música ambiente, mesa de degustações e Le Verre de Vin com vinhos chilenos como De Martino, Viñedos de Alcohuaz, El Principal, Terranoble, Villard. Todos eles são vinhos chilenos do portfólio da Decanter, já que somos distribuidores exclusivos no Rio Grande do Norte dessa prestigiada importadora nacional. Além de nossos próprios rótulos Famiglia Canessa e Família Montanares produzidos pela Vinícola Sur Valles em Curicó, Chile.

WoC – O que consumidor de Natal procura e o que vocês vão oferecer?

O que o consumidor natalense quer é conhecer um pouco mais dos vinhos chilenos. Por isso a nossa proposta é apresentar um pouco da história do Chile.

O que o consumidor natalense quer é conhecer um pouco mais dos vinhos chilenos. Por isso a nossa proposta é apresentar um pouco da história do Chile em cada um dos rótulos dos vinhos do nosso país. Esperamos também compartilhar um pouco da cultura do Chile, que sempre gera um grande interesse de parte do público. Quem viajou para o Chile fica feliz de relembrar e quem não foi ainda está ávido de informações.

WoC – Com quantas marcas vocês trabalham?

Hoje contamos com mais de 300 rótulos. Dessa quantidade mais de 40% são vinhos chilenos.

WoC – Qual é o tíquete médio do seu consumidor?

O tíquete médio do consumidor da loja é por volta de R$250,00 reais.

WoC – O que o seu consumidor prefere – vinho branco, tinto, cabernet sauvignon …?

A preferência do natalense, apesar do calor, é tinto. Mas no último tempo está evoluindo para o espumante, branco e, ultimamente rosé – em um movimento conduzido pelas mulheres.

 

Fachada do espaço: região nobre de Natal, no bairro de Petrópolis.

 

WoC – Qual é o modelo de negócios de vocês? Apenas lojas física ou vão operar também no modelo online ou mesmo omnichannel?

Nosso modelo de negócios é principalmente a loja física, já que nosso foco é a distribuição em todo o estado. Com a entrada no varejo, estamos nos preparando para o modelo online, porque temos ciência da importância da tecnologia, que está cada dia mais presente nossas vidas. Por isso estamos nos preparando para esse novo desafio.

WoC – O que um chileno apaixonado por vinhos viu em Natal?

Vim de férias ao Brasil no ano 1998. Visitei São Paulo, Rio de Janeiro e Natal. Na chegada às terras potiguares foi amor à primeira vista, me apaixonei pela cidade, sua gente, clima excepcional, gastronomia… Aqui me sinto em casa, por isso trouxe a minha família para morar em Natal. Estão comigo dona Alicia Montanares (91 anos), Don Andrés (In memória) e Augusto Montanares (meu irmão). Me considero um “potileno” metade potiguar com metade chileno rsss!!!

WoC – Fale um pouco da sua importadora.

A Canessa & Montanares é uma empresa familiar que é formada por dois primos chilenos. Juan Canessa (In memória) em Porto Alegre, Rio Grande do Sul e Luis Montanares aqui em Natal.  Juan abriu uma importadora há sete anos em Porto Alegre e juntos abrimos uma filial em Natal. Juntamos os dois “rios grandes” num só caudal. Hoje contamos com uma outra filial em João Pessoa, na Paraíba, que é gerenciada pelo filho de Juan, o Inti Ewoldt. Ele também é diretor da importadora de Porto Alegre nos dias de hoje.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *